sexta-feira, julho 19, 2013

Seja flexível:

viver bem

Seja flexível: aprenda a reagir bem em situações difíceis

Uma situação difícil pode parecer melhor se você for flexível e adaptar-se a uma nova realidade. Veja qual a melhor maneira de reagir diante de alguns problemas que você pode ter



Não queime o filme em um ataque de nervos

Sem  escândalo: segure o choro até chegar ao banheiro, pelo menos. Se você fizer uma cena na frente de todos, vai juntar essa vergonha à frustração e ficará ainda mais difícil superar

Feche os olhos: imagine-se em outro lugar, lembre-se de pessoas de quem você gosta. Não deixe que uma bronca do chefe, por exemplo, transforme em minutos a visão que você tem sobre toda a sua vida

Desabafe: ligue para um amigo que não esteja envolvido na situação. Não precisa ser alguém para dar conselhos, você só precisa botar pra fora

Corra: mas não do problema. Desça todos os andares pelas escadas, dê uma volta pelo bairro, faça um loging. E aproveite o momento para refletir

Durma: esperar o dia seguinte é uma forma de dar a si mesma a chance de se acalmar, tentar entender os vários lados da questão e ter uma reação mais madura 








Seja flexível

Quando não consegue o que quer, uma criança faz pirraça. Os adultos, assim se espera, procuram lidar com a frustração. Mas tem muita mulher crescida que, ao receber um não, continua respondendo com atitudes infantis. Em física, a palavra resiliência significa a capacidade de um material recuperar sua forma original após sofrer um choque. Esse conceito também pode ser aplicado na sua vida. "Ser resiliente é ter flexibilidade e consciência para perceber quando não se deve resistir a uma mudança necessária", explica a psicoterapeuta inglesa Philippa Perry, autora de Como Manter a Mente Sã (Ed. Objetiva). Faça o teste a seguir para saber se você é resiliente ou do tipo que fica #chateada por tudo .