Pular para o conteúdo principal

Organização

Cozinha: como mantê-la sempre limpa e cheirosa

Com cuidados fáceis, é possível mandar a sujeira da cozinha embora bem depressa e mantê-la limpa


Filtro de água de barro
Para higienizá-lo, basta esfregar o interior do filtro com uma esponja molhada. Depois, enxágue com bastante água. Por fim, borrife dentro e fora dele uma solução de duas colheres (sopa) de água sanitária e um litro de água. Seque bem e pronto!
Garrafa térmica
A cada troca de bebida, ponha um litro de água quente com uma colher (sopa) de bicarbonato. Aguarde uma hora e enxágue.
Tábua de carne
Prefira de plástico, que segura menos sujeira. Lave com água e detergente, com a bucha do lado amarelo, para não riscar. Enxágue, cubra com vinagre branco e deixe escorrer.
Pano de prato
A regra é: usou, lavou. Para isso, ponha a peça de molho durante dez minutos em um litro de água misturada a duas colheres (sopa) de água sanitária. Lave com sabão e enxágue. Após secar, passe com ferro bem quente.
Microondas
Coloque um pote com 150 ml de água e três rodelas de limão dentro e ligue por quatro minutos. Em seguida, passe uma esponja com solução de oito gotas de detergente por litro de água.
Paninho de pia
Jamais deixe que, depois de molhado, ele seque naturalmente. Toda vez que molhá-lo, coloque-o para lavar. O procedimento é igual ao da higienização dos panos de prato.
Esponja
Ao usar, lave com água e sabão, esprema e ponha de molho em um litro de água com duas colheres (sopa) de água sanitária, por cinco minutos. Mantenha-a longe do sabão.
Geladeira
Antes de aprender a limpar, conheça seu funcionamento: quanto mais alta a prateleira, mais gelada. Por isso, em cima de tudo, coloque as carnes. Abaixo, leite, ovos e frios. Por último, hortaliças. Na porta, deixe os itens menos perecíveis, como refrigerantes. Agora, sim, está na hora da faxina: retire os produtos e desligue. Lave com água e detergente. Pulverize uma mistura de água e vinagre branco (meio a meio). Limpe bem.
Chão e paredes
Para cada litro de água, pingue oito gotas de detergente. Passe a mistura com um pano. Prepare uma solução de duas colheres (sopa) de água sanitária para cada litro de água e espalhe nas superfícies.
Formigas e baratas
Para evitá-las, tampe bem os alimentos e jogue o lixo fora diariamente. Ah, vale usar iscas contra essas temíveis pragas, mas leia direitinho o rótulo e siga, ao pé da letra, as recomendações do fabrica. 
Lixo
Ele deve ficar no chão e ter tampa acionada por pedais. Não se esqueça de trocar o saco interno todos os dias e de limpar o balde.

Postagens mais visitadas deste blog

DESENHO DE BONECAS-MENINAS-IMAGENS

DESENHO DE BONECAS-MENINAS-IMAGENS-





























































atores (delícias!)

CELEBRIDADES
Descamisados: atores (delícias!) tiram a camisa em nome de seus personagens no cinema
Rodrigo Santoro Claro que não poderia faltar uma beleza nacional, pois não só de tanquinhos gringos é feito o cinema. Rodrigo encantou a mulherada (e Cameron Diaz) no filme "As Panteras Detonando".

Kellan Lutz
Ele é mais que um rostinho bonito. É também um corpaço lindo. Essa outra delícia da saga "Crepúsculo" tira a camisa em cenas do longa épico "Imortais". E aguardem que vem mais por ai! Em 2014 ele será a estrela de "Hércules".











Justin Timberlake Com mais fama de bom moço do que de gostosão, no filme "Amizade Colorida" Justin mostra que pode arrancar mais que boas risadas de Mila Kunis. Com o torso bem definido, a gente não duvida!
















poemas-frases-pensamentos-Síndrome do Pânico

poemas-frases-pensamentos
Síndrome do Pânico

Vamos, não chores.
A infância está perdida.
A mocidade está perdida.
Mas a vida não se perdeu.

O primeiro amor passou.
O segundo amor passou.
O terceiro amor passou.
Mas o coração continua.

Perdeste o melhor amigo.
Não tentaste qualquer viagem.
Não possuis carro, navio, terra.
Mas tens um cão.

Algumas palavras duras,
em voz mansa, te golpearam.
Nunca, nunca cicatrizam.
Mas, e o humor?

A injustiça não se resolve.
À sombra do mundo errado
murmuraste um protesto tímido.
Mas virão outros.

Tudo somado, devias
precipitar-te, de vez, nas águas.
Estás nu na areia, no vento...
Dorme, meu filho.

Carlos Drummond de Andrade

(Via Geraldo Magno)