Pular para o conteúdo principal
BEM ESTAR  
como driblar a preguiça de malhar no frio

Dicas para não deixar a atividade física de lado

O frio nos leva mais ao sedentarismo e ao consumo excessivo de alimentos calóricos e, a consequência disso, um provável e indesejado aumento de peso. Por isso a prática de atividades físicas é ainda mais necessárias. Mas com o friozinho, fazer atividades físicas ou praticar esportes durante o inverno se torna uma tarefa bem mais difícil e desanimadora do que no verão.

 o fato de ter que acordar mais cedo para treinar, ir para casa no fim da tarde ou à noite por conta do frio intenso, a preguiça que a estação gelada desencadeia, a menor exposição do corpo, entre outros fatores. Mas há algumas atitudes que podem ser benéficas e certeiras para que não se perca a vontade de praticar atividades físicas durante o inverno.

rioComo driblar a preguiça de malhar no frio title=

Personal te dá dicas para driblar a preguiça e não deixar a malhação de lado no inverno:

Faça aquecimento antes de iniciar as atividades: além do alongamento, é indispensável que o praticante faça um aquecimento para elevar a temperatura corporal e lubrificar as articulações, fazendo com que se inicie a atividade principal com mais entusiasmo;
Procure dormir mais cedo: o descanso é fundamental para ter resultados satisfatórios e se manter firme no programa. Para quem treina pela manhã a necessidade é maior ainda;
Pule da cama enquanto é tempo: evite usar as funções soneca do seu celular e despertador. No inverno, a vontade de ficar um pouco mais na cama é mais tentadora e algumas pessoas acabam cedendo até chegar à conclusão de que não vai mais tempo mesmo, então acabam sempre deixando para o dia seguinte;
Não perca o foco: se preocupe a todo momento com seus resultados e metas a serem alcançadas. Não se esqueça que o inverno vai passar e depois você não terá tempo suficiente para se preparar para o verão. Nesse momento existe um risco muito grande de entrar no efeito sanfona;
Se puder, contrate um personal trainer: nesse período é muito bom para se manter fiel aos treinos; um profissional preparado irá traçar um planejamento mais específico e gerar mais comprometimento;
Pratique modalidades que goste mais: seja na academia, em casa ou no parque, essa é uma época em que, mais do que nunca, você deve praticar atividades que tenha mais afinidade. Evite atividades que possam te desanimar ou provocar alguma dor. É importante que a prática esteja alinhada com seus objetivos e respeite suas limitações, por isso é indispensável a orientação de um professor de educação física.


Postagens mais visitadas deste blog

DESENHO DE BONECAS-MENINAS-IMAGENS

DESENHO DE BONECAS-MENINAS-IMAGENS-





























































atores (delícias!)

CELEBRIDADES
Descamisados: atores (delícias!) tiram a camisa em nome de seus personagens no cinema
Rodrigo Santoro Claro que não poderia faltar uma beleza nacional, pois não só de tanquinhos gringos é feito o cinema. Rodrigo encantou a mulherada (e Cameron Diaz) no filme "As Panteras Detonando".

Kellan Lutz
Ele é mais que um rostinho bonito. É também um corpaço lindo. Essa outra delícia da saga "Crepúsculo" tira a camisa em cenas do longa épico "Imortais". E aguardem que vem mais por ai! Em 2014 ele será a estrela de "Hércules".











Justin Timberlake Com mais fama de bom moço do que de gostosão, no filme "Amizade Colorida" Justin mostra que pode arrancar mais que boas risadas de Mila Kunis. Com o torso bem definido, a gente não duvida!
















poemas-frases-pensamentos-Síndrome do Pânico

poemas-frases-pensamentos
Síndrome do Pânico

Vamos, não chores.
A infância está perdida.
A mocidade está perdida.
Mas a vida não se perdeu.

O primeiro amor passou.
O segundo amor passou.
O terceiro amor passou.
Mas o coração continua.

Perdeste o melhor amigo.
Não tentaste qualquer viagem.
Não possuis carro, navio, terra.
Mas tens um cão.

Algumas palavras duras,
em voz mansa, te golpearam.
Nunca, nunca cicatrizam.
Mas, e o humor?

A injustiça não se resolve.
À sombra do mundo errado
murmuraste um protesto tímido.
Mas virão outros.

Tudo somado, devias
precipitar-te, de vez, nas águas.
Estás nu na areia, no vento...
Dorme, meu filho.

Carlos Drummond de Andrade

(Via Geraldo Magno)