segunda-feira, junho 17, 2013

BEM ESTAR  
como driblar a preguiça de malhar no frio

Dicas para não deixar a atividade física de lado

O frio nos leva mais ao sedentarismo e ao consumo excessivo de alimentos calóricos e, a consequência disso, um provável e indesejado aumento de peso. Por isso a prática de atividades físicas é ainda mais necessárias. Mas com o friozinho, fazer atividades físicas ou praticar esportes durante o inverno se torna uma tarefa bem mais difícil e desanimadora do que no verão.

 o fato de ter que acordar mais cedo para treinar, ir para casa no fim da tarde ou à noite por conta do frio intenso, a preguiça que a estação gelada desencadeia, a menor exposição do corpo, entre outros fatores. Mas há algumas atitudes que podem ser benéficas e certeiras para que não se perca a vontade de praticar atividades físicas durante o inverno.

rioComo driblar a preguiça de malhar no frio title=

Personal te dá dicas para driblar a preguiça e não deixar a malhação de lado no inverno:

Faça aquecimento antes de iniciar as atividades: além do alongamento, é indispensável que o praticante faça um aquecimento para elevar a temperatura corporal e lubrificar as articulações, fazendo com que se inicie a atividade principal com mais entusiasmo;
Procure dormir mais cedo: o descanso é fundamental para ter resultados satisfatórios e se manter firme no programa. Para quem treina pela manhã a necessidade é maior ainda;
Pule da cama enquanto é tempo: evite usar as funções soneca do seu celular e despertador. No inverno, a vontade de ficar um pouco mais na cama é mais tentadora e algumas pessoas acabam cedendo até chegar à conclusão de que não vai mais tempo mesmo, então acabam sempre deixando para o dia seguinte;
Não perca o foco: se preocupe a todo momento com seus resultados e metas a serem alcançadas. Não se esqueça que o inverno vai passar e depois você não terá tempo suficiente para se preparar para o verão. Nesse momento existe um risco muito grande de entrar no efeito sanfona;
Se puder, contrate um personal trainer: nesse período é muito bom para se manter fiel aos treinos; um profissional preparado irá traçar um planejamento mais específico e gerar mais comprometimento;
Pratique modalidades que goste mais: seja na academia, em casa ou no parque, essa é uma época em que, mais do que nunca, você deve praticar atividades que tenha mais afinidade. Evite atividades que possam te desanimar ou provocar alguma dor. É importante que a prática esteja alinhada com seus objetivos e respeite suas limitações, por isso é indispensável a orientação de um professor de educação física.